Skip to content

Preview 2010-2011: New Orleans Hornets

11/10/2010

Será que Chris Paul sofrerá com um time medíocre de novo ou o New Orleans Hornets voltará aos playoffs?

Titulares: Chris Paul, Marcus Thornton, Trevor Ariza, David West, Emeka Okafor

Reservas: Willie Green, Marco Belinelli, Peja Stojakovic, Jason Smith, Aaron Gray, Mustafa Shakur, Quincy Pondexter

Técnico: Monty Williams

Temporada passada: Loteria, 12ª escolha (Cole Aldrich, trocado para o Oklahoma City Thunder)

Previsão para 2010-2011: Loteria

Nenhum time depende mais de sua estrela do que o New Orleans Hornets – e esta estrela pode sair. Chris Paul foi um dos maiores nomes a frequentarem os tabloides nos últimos meses e, apesar de afirmar repetidas vezes que seu futuro está em New Orleans, temos que ficar com um pé atrás, pois é difícil um jogador deste calibre ir parar nos rumores de troca e permanecer no seu time após. Com CP3, o Hornets é um time perigoso, pois tem em seu poder um dos jogadores mais talentosos e criativos da NBA. Mesmo com apenas 1m80, Paul é um excelente defensor, com mãos e reflexos rápidos e um criador (e pontuador) prolífico, com médias de carreira de 19,7 pontos e 10 assistências.

O problema é que, sem Paul, não sobra muita coisa. A equipe ainda buscou se reforçar neste ano, trazendo o ala Trevor Ariza para compor o quinteto titular. Além dele, o Hornets aposta no desenvolvimento do jovem Marcus Thornton, uma das surpresas mais agradáveis da NBA ano passado, e na aclimatação do pivô Emeka Okafor, agora indo para o seu segundo ano com o time. A única certeza entre os titulares do Hornets é o ala David West, um dos melhores pontuadores na posição 4, mantendo médias superiores a 17 pontos por jogo desde seu terceiro ano na liga, em 2005-06.

O banco, no entanto, parece ter se enfraquecido. Se ano passado o time podia trazer Thornton, Darren Collison (negociado com o Indiana Pacers), Morris Peterson (que foi para o Oklahoma City Thunder), Darius Songaila (que é do Philadelphia 76ers) e Julian Wright (agora no Toronto Raptors), os reservas agora contam apenas com Peja Stojakovic como arma ofensiva. O novato pivô Cole Aldrich, que certamente ajudaria o time, também foi negociado com o Thunder, o que nos faz perguntar se o rumo que a diretoria do Hornets está tomando é o certo.

Todos os sinais apontam para mais uma temporada sofrível para o New Orleans Hornets. São muitas incertezas e, com uma estrela querendo sair, isto só é prejudicial. O voto de confiança de Paul em sua diretoria parece ter sido furado, mas isto só o tempo dirá com certeza. Por isso, é difícil acreditar que o time voltará aos playoffs – ainda mais na carregadíssima conferência Oeste.

I’m not worried about it, though. I just have to keep working hard and just keep fighting, getting stronger and build my strength back in my leg so I can have the explosiveness that I need

Read more: http://www.realgm.com/src_wiretap_archives/69507/20101011/baron_davis_getting_closer_to_return/#ixzz123ZHZ71Y

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: