Skip to content

NBA admite que modelo econômico da NFL é o ideal, crise no Pistons aumenta

26/02/2011

Adam Silver, chefe de operações da NBA, revelou alguns detalhes das negociações de um novo acordo trabalhista.

Segundo Silver, uma das questões que mais tem levantado polêmica é a distribuição de renda relacionada a basquete. “(Em negociações antigas) a discussão era sobre a quantidade desta renda que seria distribuída, não como ela seria distribuída. Nós te daríamos 57% disto e você decide como distribuir. Obviamente, nossa visão mudou. Como este dinheiro é distribuído entre os jogadores é um componente chave da competição ao redor da liga”, disse Silver.

Para o chefe de operações, o desejo da NBA é criar uma liga onde os 30 times possam competir igualmente e um passo para isso é o teto salarial “duro”, um número limite de salários que os times não poderiam ultrapassar – diferente do atual, onde é permitido ultrapassar, só que com uma multa embutida. “Nós acreditamos que com contratos mais curtos, menos dinheiro garantido e um teto salarial mais duro, nós podemos criar mais paridade ao redor da liga. Nós acreditamos no sucesso a longo prazo deste negócio”, concluiu.

Crise entre jogadores e técnico do Pistons cresce

A sexta-feira foi tensa dentro do Detroit Pistons. No treino da manhã, seis jogadores faltaram sob diferentes alegações, mas todos demonstravam insatisfação com o técnico John Kuester. Todos então foram suspensos do jogo da noite, uma derrota para o Philadelphia 76ers. Durante a partida, por sinal, Kuester acabou sendo expulso, o que virou motivo de risadas entre Rodney Stuckey, Ben Wallace e Tracy McGrady – três dos jogadores que faltaram ao treino. Os outros dois foram Chris Wilcox e Austin Daye.

Celtics interessados em Gadzuric e Kapono

Além de Troy Murphy, outros dois jogadores que podem ser dispensados nos próximos dias interessam o Boston Celtics: o pivô Dan Gadzuric, do New Jersey Nets, e o ala Jason Kapono, do Philadelphia 76ers. A equipe tem dois lugares vagos no elenco e pode preenchê-los com algum destes jogadores.

Jackson, Cuban expressam preocupação com Hornets

O dono do Dallas Mavericks, Mark Cuban, e o técnico do Los Angeles Lakers, Phil Jackson, expressaram sua preocupação com o modo que o New Orleans Hornets está sendo gerido pela NBA – logo, cada um dos outros 29 times têm uma parcela de propriedade do time. Nesta quinta, a equipe aumentou sua folha salarial em 2 milhões, o que gerou uma certa revolta.

“Como que eles podem receber esse salário quando todo mundo ao redor da liga também tem que assumir esse salário?”, disse Jackson. “Esse tipo de coisa é uma manipulação que não me deixa confortável. Qual é o consenso? Se o Hornets ganhar o campeonato, todos os times ganham um troféu?”, concluiu o técnico.

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: